Volta da Jibóia

 

A Volta da Jiboia é uma tradição oral, passada de mãe para filha realizada na cidade de Itacaré Bahia, onde encontramos Dona Mãezinha. O bate papo aconteceu na aula de campo promovida pelo curso de especialização em Gestão Cultural, da Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC.

O Espaço Cultural Tribo do Porto está localizado no bairro Porto de Trás na cidade de Itacaré-BA. Este bairro é um dos poucos bairros de Itacaré onde se pode presenciar as tradições de um povo descendente do sistema escravocrata.

O bairro Porto de Trás é considerado uma comunidade quilombola (o que define o quilombo é o movimento de transição da condição de escravo para a de camponês livre).
Desde o ano de 2003 nasceu a, Associaçao Cultural Tribo do Porto, uma entidade sem fins lucrativos, com o objetivo de incenticar crianças e adolescentes do bairro Porto de Trás a preservar a cultura de seu povo, além de ajudar a elevar sua auto estima e fazer com que se sintam cidadãos conscientes,valorizados e integrados em seu meio.

À frente do projeto sempre esteve os professores,Miquiba e Comprido e apoio dos instrutores Péricles,Nero Bóia,Xixito,Leandro e Laíze, que utilizavam o galpão da “Tribo” para dar aulas de capoeira,maculelê,samba de roda,puxada de rede,dança afro e também cursos de artesanato,gincanas e passeios.
No segundo semestre de 2008 a comunidade ganhou um novo Espaço Cultural, com o apoio do SVEA,Instituto de Turismo de Itacaré(ITI), Villas de São José e Semear Ambiental, onde pretendem resgatar e apresentar as contribuições dos povos africanos na história e formação da cultura brasileira.

Hoje, Quilombo Urbano, a Tribo do Porto busca reencontrar os seus saberes e fazeres visando a preservação de sua cultura e tradição.

Agradecemos aos mestres Samuel Matos e Fernando Oliveira – UESC, assim como Ronara Criola, Dona Mãezinha e a toda Tribo do Porto por acolher os graduandos do curso de Gestão Cultural com tanto carinho e conhecimento.

Imagens e Montagem: Victor Aziz e Cristiane Santana