Banda Manzuá

MANZUÁ é um engradado artesanal de pesca usado principalmente na captura de pitu e camarão. Esse nome foi escolhido por sua sonoridade e alusão à história de Itabuna-BA, cidade enraizada em meio ao Rio Cachoeira, local de surgimento do grupo que tem sua atual formação solidificada desde 2009 e conta com cinco integrantes: Laísa Eça e Brisa Aziz (vocais), Marcelo Weber (baixo, cavaquinho e violão), João Solari (guitarra) e Mither (bateria e percussão).

Cada integrante possui influências e formações diversas – “mas o que faz com que a gente se afine é o respeito que cada um sente em relação ao que o outro traz na construção das canções e a busca pela melhor expressão sonora do que acreditamos ser interessante musicalmente, do que é nosso som”. Por isso a mistura, em faixas autorais e covers, de uma gama de gêneros – Ijexá, maracatu, blues, reggae, queto, funk, samba-rock, rock, gêneros de matriz afro – além da utilização da linguagem poética em nossas apresentações.
A banda Manzuá vem participando ativamente de eventos ligados a Universidades da região, principalmente a Estadual de Santa Cruz, marcando presença com apresentações na Semana de Comunicação, Seminário Direitos Humanos e Multicuturalismo, Seminário Ameopoema, Luau Universitário, Semana de Iniciação Científica da UESC, além da reabertura da Quinta Cultural na mesma.
Participou da composição da trilha sonora de matéria do Jornal Futura e foi a única banda convidada a apresentar-se no programa Aprovado (TV Bahia-Globo) em sua edição comemorativa dos cem anos de Itabuna, entre outros trabalhos vinculados ao Áudio-Visual como a apresentação na MUSA (Mostra Universitária Salobrinho de Audiovisual).
            Ainda em 2010 a Manzuá venceu como uma das três bandas selecionadas na região para participar do Motiva Groove, projeto de articulação de bandas vinculado à Conexão VIVO e teve suas duas vocalistas dividindo o troféu de Melhor Intérprete Feminino do Festival Multiarte Firmino Rocha, além de ter ganhado o segundo lugar na categoria Melhor Banda.
A banda também compôs a trilha sonora do programa “Vozes dos Ilhéus”, vencedor do prêmio Roquete Pinto de radialismo, uma série em 12 episódios que vai circular em rádios públicas de todo o Brasil e conta as histórias da região sul da Bahia e de seus povos.
            “O homem não pisa duas vezes no mesmo rio. Da segunda vez não será o mesmo homem nem será o mesmo rio” (Heráclito). Mais informações